sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e ELA nunca mais foi a mesma... Nunca alguém vai entender o quanto existe de você em mim.



Nenhum comentário:

Postar um comentário